Segunda, 21 de janeiro de 2019
(94) 99153-9530
Geral

08/01/2019 ás 17h17

Moraes Filho

Xinguara / PA

Papa diz que Igreja está empenhada em combater abusos sexuais de menores
O papa convocou os presidentes de conferências episcopais de todo o mundo para uma reunião sobre “proteção de menores”, que será realizada no final de fevereiro de 2019.
Papa diz que Igreja está empenhada em combater abusos sexuais de menores
Papa Francisco pensativo

O papa Francisco disse nesta segunda-feira, 7, que a Igreja está empenhada em combater o abuso sexual de menores, o que considera ser “um dos crimes mais vis e mais nocivos”.


“Não posso permanecer em silêncio diante de uma das pragas do nosso tempo, e que, infelizmente, também tem implicado vários membros do clero. O abuso de menores é um dos piores e mais vis possíveis crimes”, disse o papa, durante um encontro com o corpo diplomático acreditado no Vaticano.


Depois de 2018 ter sido um ano marcado pela revelação de uma série de escândalos de abusos sexuais do clero, especialmente nos Estados Unidos e no Chile, e no dia em que começa o julgamento do cardeal francês Philippe Barbarin, acusado de ter escondido o passado pedófilo de um padre.


Esses abusos “varrem, inexoravelmente, o que a vida humana reserva para uma pessoa inocente, causando danos irreparáveis para o resto da vida”, disse o pontífice argentino.


“A Santa Sé e toda a Igreja comprometem-se a lutar e a prevenir tais crimes e a sua ocultação, a estabelecer a verdade dos factos em que os eclesiásticos estão implicados e a fazer justiça aos menores que sofreram violência sexual, agravada pelo abuso de poder e consciência”, acrescentou o papa.


Em 21 de dezembro, nas suas saudações anuais à Cúria Romana (o governo da Santa Sé), o papa já tinha prometido não deixar impunes as “abominações” na Igreja.


O papa convocou os presidentes de conferências episcopais de todo o mundo para uma reunião sobre “proteção de menores”, que será realizada no final de fevereiro de 2019.


Para se preparar, os participantes deverão encontrar-se, nos seus respetivos países, com vítimas de abuso sexual por parte do clero.


Esta reunião “pretende ser um passo no caminho da Igreja, para esclarecer os factos e suavizar as feridas causadas por tais crimes”, disse o papa.

FONTE: Fonte: SIC Notícias – Portugal

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados