Quinta, 21 de março de 2019
(94) 99153-9530
Cidades

08/01/2019 ás 19h23 - atualizada em 08/01/2019 ás 19h45

Moraes Filho

Xinguara / PA

São Felix do Xingu a beira de um abismo de desmandos e corrupção
“No centro das atenções a pedetista Minervina Barros, que só este mês recebeu cerca de 12 milhões de reais, funcionários sem receber, saúde e educação no caos total”.
São Felix do Xingu a beira de um abismo de desmandos e corrupção
O município de São Félix do Xingú, no Parque Nacional da Serra do Pardo, no Estado do Pará, pode estar passando uma das piores crises administrativas de sua história.

Não de hoje que chovem denúncias de desmandos praticados por prefeitos contra esse município. A da vez e a prefeita Minervina Maria Barros Silva (PDT) que alega ter recebido o município sucateado, no entanto, parece ter empurrado o município, de vez, para um abismo sem precedentes de negligencia e desmandos.


Somente no mês de dezembro quase 12 milhões de reais foram arrecadados pelo município, mas os contratados pela prefeitura, ou seja os temporários e os fornecedores não sentiram sequer o cheiro desse dinheiro.


Os contratados estão há três meses sem receber, e os fornecedores, existem alguns, que estão há mais de seis meses sem receber um tostão da Prefeitura.


O fato vem gerando uma crise econômica sem precedentes em todo o município, beirando a falência dezenas de empresas. E deixando centenas de famílias a beira da miséria, passando por necessidades até pra se alimentarem.


                           


                                Prefeita e o secretário de saúde Ireno Gomes


SUCATEAMENTO


Como diz o velho ditado que “a corda sempre arrebenta do lado mais fraco”, é o povo que mais sofre com toda essa caótica situação. Nos postos de saúde não e possível sequer encontrar uma dipirona.


Completamente sucateados os postos de saúde estão quase todos fechados, pois além de não possuírem medicamentos, o pessoal que atendia na área de saúde, inclusive os médicos, não estão recebendo seus salários o que dificulta ainda mais o atendimento à população.


Os desmandos praticados pela prefeita Minervina Maria de Barros, não param por ai, prestadores de serviços também não estão recebendo, e dos 15 vereadores existentes no município apenas um faz oposição a prefeita. Trata-se de Batista Abreu do PHS, que não tem forças suficientes para brigar contra a negligente situação.


                   


ABANDONO


O hospital na comunidade de Taboca está literalmente fechado, sem medicamentos, sem pessoal e maquinário sucateado tornou se impossível o atendimento à saúde.


A situação da educação também não é diferente, os professos se dizem insatisfeitos, ônibus escolar estão todos sucateados, tanto fornecedores como prestadores de serviços dizem que não vão voltar a trabalhar se a prefeita não pagar.


As aulas que começa em fevereiro está sujeita a não começar. Enquanto isso, a secretária Viviane Cunha não está dando a mínima para o caos que pode causar a educação.


Os outros apenas participam das churrascadas a céu aberto na tal chácara do lazer enquanto a população sofre a falta até das migalhas do podre poder executivo daquele lugar.


Gordo repasse no mês de Dezembro


Festas e mais festas onde somente a nata do primeiro escalão participa, são constantemente realizadas por lá. Talvez comemorando a desgraça do povo cada vez mais doente e faminto.


O vereador, Railson do PP, enfermeiro, fez juramento em defender a população, quando foi diplomado vereador e outro quando enfermeiro, mas mesmo assim, está totalmente omisso diante dessa caótica situação, onde muitos estão morrendo por falta de atendimento à saúde no município e outros definhando. Os comentários é de que ele recebe uma cota de mensalão para ficar de bico calado.


                                     


      Clayton Eduardo da Silva, mesmo afastado do cargo, continua mandando


SUSPEITA


Até o carro que transportava doentes da comunidade de Taboca, fruto de uma emenda parlamentar de Jader barbalho, foi transferido para outro local e no lugar, deixaram uma sucata que não dá pra sustentar a grande demanda.


Funcionários suspeitam ainda que a prefeita está se locupletando dos recursos oriundos da previdência dos servidores. Já que não está repassando nenhum centavo ao INSS.


“A casa da mãe Joana”– Clayton Eduardo da Silva(foto), filho da prefeita Minervina, foi afastado da secretaria de administração por desmandos e proibido pela Justiça de adentrar qualquer recinto público administrativo, mas mesmo assim, existem denúncias de que ele ainda manda na pasta, atendendo seus parceiros, numa chácara de propriedade da família, a mesma onde são realizadas as “bacanazes” do Executivo, usurpando dinheiro público. Segundo denúncias o filho da prefeita faz reuniões secretas com secretários da Educação e da Saúde no mesmo local. Só Deus sabe o assunto dessas reuniões, mas os xinguenses imaginam do que se trata. Clayton está sendo investigado pela polícia por irregularidades em permutas com imóveis pertencentes ao patrimônio público.  (Por Caco Sousa)


VERSÃO


Em nota enviada para a redação do Jornal Manancial, a prefeitura acusa a oposição de manipular os fatos exclusivamente para denegrir à imagem da prefeita Minervina e tirar o foco do trabalho, e de tudo que o município conseguiu nesses anos, e que gestões passadas não se deram a vontade de conseguir”


Diz ainda que as denúncias tentam desestruturar uma gestão, onde é notório o trabalho que vem sendo executado dia a dia em benefício da população.


Ainda conforme a nota as matérias caluniosas, tem apenas a finalidade de causar a desordem e semear o pânico à população, e que os responsáveis serão juridicamente penalizados.

FONTE: JORNAL O IMPACTO

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados