Quarta, 26 de setembro de 2018
(94) 99153-9530
Brasil

08/02/2018 ás 19h38 - atualizada em 08/02/2018 ás 21h03

Moraes Filho

Xinguara / PA

Passageiras são estupradas em assalto a ônibus
O veículo saiu Canaã dos Carajás, parou em Marabá e seguia para Belém quando foi abordado em Goianésia do Pará.
Passageiras são estupradas em assalto a ônibus
O veículo saiu Canaã dos Carajás, parou em Marabá e seguia para Belém quando foi abordado em Goianésia do Pará.

Que a violência e o terror rondam as estradas do sudeste do Pará não é novidade, vez que são comuns os registros de assaltos a veículos, como ônibus e caminhões. Nesta semana, no entanto, um destes roubos foi praticado com ainda mais perversidade que os ocorridos frequentemente.


Duas passageiras de um ônibus intermunicipal – que saiu de Canaã dos Carajás na noite de terça-feira (6) e seguia para Belém – foram estupradas durante um assalto na madrugada de ontem, quarta-feira (7), à altura de Goianésia do Pará, a 190 quilômetros de Marabá, onde as vítimas embarcaram.


Era por volta de 1h30 quando o veículo foi abordado na Rodovia PA-150 por cinco homens armados e encapuzados. Os criminosos colocaram um pedaço de madeira no meio da pista, obrigando o motorista a parar ônibus. Em seguida, três deles entraram empunhando armas de fogo e facas.


Os criminosos mandaram que o condutor dirigisse até a Vicinal 5 Irmãos, na zona rural, onde passaram a roubar objetos dos passageiros, entre dinheiro, joias e aparelhos celulares. Quando já estavam indo embora, no entanto, um dos assaltantes decidiu levar as duas mulheres até uma parte alta da estrada, onde violentou sexualmente as duas.


As vítimas relataram que o estuprador era alto, media aproximadamente 1,80m, moreno claro, magro e estava com o rosto descoberto no momento do crime sexual. O caso foi registrado na Delegacia de Polícia Civil de Goianésia do Pará e até o momento ninguém foi preso.


Segundo a Polícia Civil, a Delegacia de Goianésia do Pará solicitou as imagens de segurança do local, mas a empresa Ouro Prata informou que não havia instalação dos aparelhos no ônibus. Passegeiros e rodoviários foram ouvidos para auxiliar nas buscas dos envolvidos.


O delegado Alenson Lameira, responsável pelo caso, esteve no local do crime para apurar os fatos, ainda ontem (7). As mulheres foram ouvidas e encaminhas para os exames necessários, informou a Polícia Civil. Segundo Lameira, todos os instrumentos de investigação estão sendo utilizados para desvendar a autoria do crime.


Dois inquéritos foram instaurados. Um para apurar o roubo e outro para apurar o crime contra as passageiras.


 Ninguém foi preso até o momento.


Com informações de Luciana Marschall e Portal ORM

FONTE: PORTAL PARÁNEWS

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados