domingo, 21 de julho de 2019
(94) 99153-9530
Brasil

28/03/2019 ás 10h00 - atualizada em 28/03/2019 ás 10h03

Moraes Filho

Xinguara / PA

Guedes tem de dizer a Bolsonaro que pode deixar o navio, não aos senadores
Já escrevi aqui: ministro de Estado não ameaça sair. Ou sai ou fica. Ou a coisa fica com cheiro de chantagem.

Dá para pegar fragmentos de fala para todos os gostos na audiência desta quarta de Paulo Guedes na Comissão de Assuntos Econômicos do Senado. A verdade inelutável, para quem se atém aos fatos, não às vontades, é que ele acenou com a possibilidade de deixar o cargo caso as coisas não saiam a contento


Já escrevi aqui: ministro de Estado não ameaça sair. Ou sai ou fica. Ou a coisa fica com cheiro de chantagem.


                           


De qualquer modo, ele tratou do assunto no lugar errado. Ele tem de dizer isso ao grande sabotador da reforma da Previdência: seu chefe, o presidente Jair Bolsonaro.


O ministro voltou afirmar em sua fala na CAE que aprovar ou não a reforma é tarefa do Congresso.


Se ele estiver se referindo aos donos dos votos, está certo.


Só que estamos falando de política. Quem tem de viabilizar a aprovação é Bolsonaro. Até agora, ele só jogou contra a dita "Nova Previdência".

FONTE: REINALDO AZEVEDO

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
REINALDO AZEVEDO

REINALDO AZEVEDO

Blog/coluna EM BUSCA DO CONHECIMENTO
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados