Sexta, 22 de novembro de 2019
(94) 99153-9530
Geral

17/06/2019 ás 08h56 - atualizada em 22/06/2019 ás 10h12

Moraes Filho

Xinguara / PA

Marido de Deputada Federal é executado com pelo menos 15 tiros dentro de casa
Uma desavença familiar pode ter motivado o assassinato do pastor Anderson do Carmo de Souza
Marido de Deputada Federal é executado com pelo menos 15 tiros dentro de casa
A parlamentar é do Partido Social Democrático (PSD) — foi a quinta deputada federal mais votada no estado do Rio de Janeiro e Anderson era o seu articulador político. (Foto: Reprodução Arquivo Pessoal)

O marido da deputada federal Flordelis (PSD) foi assassinado a tiros dentro de casa, na madrugada deste domingo, em Pendotiba, em Niterói, Região Metropolitana do Rio. Segundo informações, o pastor Anderson do Carmo de Souza, de 42 anos, foi executado com pelo menos 15 tiros minutos depois de chegarem na residência. As informações do portal O Dia.


Segundo fontes da Polícia Civil, a parlamentar estava ao lado do marido no momento da execução. Ele chegou a ser socorrido pelos familiares para o Hospital Niterói D'Or, no bairro Santa Rosa, mas não resistiu aos ferimentos e já deu entrada morto na unidade particular. A deputada está em casa em choque, a base de remédios.


Os familiares falaram à polícia que eles voltavam de uma confraternização e no bairro São Francisco a deputada teve a sensação de estar sendo seguida por duas motos. Quando já estavam em casa, o marido foi até a garagem buscar algo que havia esquecido no carro. Neste momento, ele foi executado pelos criminosos, que usavam touca ninja. O veículo da família, um Honda Accord LX, também foi atingido pelos disparos e o cachorro da da família foi dopado pelos atiradores.


                        


Casa de Flordelis e Anderson do Carmo em Niterói, local onde ocorreu o crime — Foto TV Globo


A Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI) foi até a casa e realizou a perícia. O caso será investigado pela especializada. O delegado Antônio Ricardo Nunes, diretor do Departamento Geral de Homicídios e Proteção à Pessoa (DGHPP), afirmou ao DIA que equipes do Grupo Especial de Local de Crime (Gelc) estão nas ruas buscando imagens e testemunhas.


Na manhã deste domingo três filhos do pastor prestaram depoimento na Delegacia de Homicídios de Niterói, São Gonçalo e Itaboraí (DHNSGI). Entre eles, Daniel, o que socorreu o pai para o hospital ainda com vida. Na sede da especializada, parentes e amigos da igreja acompanhavam os depoimentos, chocados com o crime.


Investigação


Uma desavença familiar pode ter motivado o assassinato do pastor Anderson do Carmo de Souza. Execução é a principal linha de investigação da polícia, mas outras linhas não foram descartadas pelos policiais.


“Houve uma desavença entre o Anderson e um parente por conta de dinheiro. Essa briga causou um racha e essa é a nossa principal linha de investigação”, disse um agente ao DIA.


MÍDIA


FONTE: (Com informações do portal O Dia), com adaptações feitas pela redação do Manancial

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados