Segunda, 16 de setembro de 2019
(94) 99153-9530
Política

12/09/2019 ás 15h35 - atualizada em 12/09/2019 ás 16h02

Moraes Filho

Xinguara / PA

Garimpeiros interditam BR-163 no Pará pelo 3º dia consecutivo; engarrafamento chega a 40km
Manifestantes em Itaituba, sudoeste do estado, estão liberando a pista a cada 12 horas em apenas um sentido. Trabalhadores cobram a legalização dos garimpos na região.
Garimpeiros interditam BR-163 no Pará pelo 3º dia consecutivo; engarrafamento chega a 40km

Garimpeiros interditam, pelo terceiro dia consecutivo, o trecho da BR-163 que fica no município de Itaituba, no sudoeste do Pará. Os manifestantes intensificaram o ato e, agora, estão liberando a pista a cada 12 horas, em apenas um sentido. Antes, os garimpeiros estavam permitindo a passagem de veículos a cada seis horas, em ambos os sentidos. Como resposta ao ato, caminhoneiros também iniciaram interdição de outro trecho da via.


Os trabalhadores, que atuam de forma ilegal, paralisaram as atividades para cobrar a legalização dos garimpos na região. A interdição da rodovia começou na segunda-feira (9), como mostra o vídeo abaixo. De acordo com a Polícia Rodoviária Federal (PRF), o engarrafamento possui em média 40 quilômetros em apenas um dos sentidos da via.


A BR-163, também conhecida como Cuiabá-Santarém, liga os municípios da região do Baixo Amazonas ao centro-oeste do Brasil. A interdição acontece no distrito de Moraes de Almeida, na zona rural de Itaituba. A rodovia é a principal rota da região para o escoamento da safra de grãos do Pará.


grupo de garimpeiros exige a suspensão das ações de fiscalização contra os garimpeiros da região e pede garantia e segurança dos equipamentos usados por eles. Durante operações de fiscalização, aparelhos utilizados na extração de minério de forma ilegal são destruídos.


Na última quarta-feira (11) o superintendente do Ibama no Pará, coronel Evandro Cunha, foi exonerado pelo Ministério do Meio Ambiente. A decisão foi tomada após ele ter afirmado que iria parar a destruição de equipamentos apreendidos em garimpos ilegais no estado. A destruição de produtos e instrumentos usados em crimes ambientais é autorizada pela legislação ambiental quando não for possível retirar os equipamentos da mata.


grupo de manifestantes também pede uma audiência com o ministro do Meio Ambiente, Ricardo Salles, para que seja discutida a regularização dos garimpos no Tapajós e regularização simplificada para as áreas garimpeiras.


Ainda na manhã desta quinta, um grupo de caminhoneiros interditou outro ponto da BR-163. O bloqueio, que fica no quilômetro 345 da rodovia, foi uma resposta a interdição dos garimpeiros. Nesse novo ponto, não há liberação de veículos, segundo os caminhoneiros.00


Garimpeiros interditam BR-163, no sudoeste do Pará



Violência contra agentes do Ibama


Garimpeiros já haviam respondido com violência a ações de fiscalização do Instituto Brasileiro de Meio Ambiente e Recursos Naturais Renováveis (Ibama).


No dia 30 de setembro, agentes do instituto foram alvos de tiros próximo a uma área indígena no Pará. De acordo com a Polícia Federal, a ação criminosa teve o objetivo de intimidar as ações de combate a garimpos ilegais na região. Ninguém ficou ferido no ataque.


A equipe que foi atacada era composta por quatro fiscais Ibama, quatro agentes da Força Nacional e oito policiais federais. Os disparos foram efetuados quando a equipe identificou um garimpo ilegal perto da Terra Indígena Ituna/Itatá.


No acampamento, foi encontrada uma escavadeira grande, além de máquinas e bombas usadas em garimpos ilegais. Os equipamentos foram destruídos no local.


No último dia 31, o Jornal Nacional mostrou o atentado contra fiscais do Ibama e da Polícia Federal no combate a garimpos ilegais no Pará, conforme mostra o vídeo abaixo.


Por G1 PA — Belém 

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados