Sexta, 13 de dezembro de 2019
(94) 99153-9530
Política

18/11/2019 ás 15h41 - atualizada em 18/11/2019 ás 15h45

Moraes Filho

Xinguara / PA

Caminhoneiros se dizem traídos pelo governo e voltam a falar em greve
Os caminhoneiros consideram baixos os pisos da tabela
Caminhoneiros se dizem traídos pelo governo e voltam a falar em greve
(Foto: Reuters)

Após o retorno da tabela do frete, que tinha sido suspensa em julho, os caminhoneiros voltam a se agitar e não descartam possibilidade de fazer nova greve


247 - Os caminhoneiros estão insatisfeitos com a tabela do frete, que o governo voltou a colocar em vigor. 


A tabele aestava suspensa desde julho. A resolução de recolocá-la em vigor, publicada na terça-feira (12), agitou os grupos de WhatsApp formados por caminhoneiros. 


Um dos líderes da categoria, Marconi França, enviou áudios aos colegas dizendo que foram tratados como trouxas e que o governo só tinha suspendido a tabela para ganhar tempo. O caminhoneiro já fala em greve neste ano.  


Por sua vez, Ronaldo Lima disse em mensagem ao ministro da Infraestrutura Tarcísio de Freitas que houve covardia e falta de interesse em negociar do governo.  


Os caminhoneiros consideram baixos os pisos da tabela.  O caminhoneiro Marcelo da Paz disse que a volta da tabela é inadmissível.   


Por outro lado, Wanderlei Alvez, o Dedeco, que participou da articulação da paralisação de 2018, tem opinião diferente. Segundo ele, a retomada da tabela significa o fim do impasse entre governo e categoria. 


As informações são da coluna Painel S.A. da Folha de S.Paulo


 


 

FONTE: PAINEL/FOLHA

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados