Sábado, 07 de dezembro de 2019
(94) 99153-9530
Política

30/11/2019 ás 18h54 - atualizada em 30/11/2019 ás 19h05

Moraes Filho

Xinguara / PA

Iavé abandonou Redenção de vez e foi pra Disney passar férias com a família.
A situação do MDB em Redenção parece não ser das boas, pois neste sábado (30), o governador Helder Barbalho esteve na região, e não se viu o prefeito de Redenção por perto, causando grande estranheza entre as lideranças do MDB na região.

                                                                        


                                                                                                           Prefeito Carlos Iavé


Além dos escândalos com ex-secretários que abalaram Redenção e dos inúmeros problemas da cidade causados pela má administração, desta vez uma bomba ainda maior está prestes a explodir.


Por sinal que em Redenção o comentário é que Iavé passou o bastão para o vice, Marcelo da Apae, que embora seja bem-intencionado, não tem a menor experiência com a prefeitura já tão cheia de problemas.


Uma fonte contou que Marcelo teria passado um áudio pelo whatsapp pedindo paciência aos secretários dada a sua inexperiência e por não saber por onde começar na gestão.


A  mesma fonte ainda na condição de anonimato, disse que os secretários não aceitam o nome de Marcelo, mas engolem calados, porque o vice é uma indicação do Deputado Federal Joaquim Passarinho.


O clima esquentou ainda mais em Redenção, pois  segundo a fonte que é ligada ao prefeito, Iavé teria jogado a toalha em retaliação ao MDB que não aceita o nome de seu candidato à sucessão, o Advogado Carlos Eduardo Teixeira que tem muito pouca aceitação no município, mas é da confiança de Iavé.


Diante dos fatos o comentário é que Teixeira deverá se filiar ao PSD de Joaquim Passarinho e por isso, Iavé passou o controle da prefeitura ao PSD em acordo com o Deputado Joaquim Passarinho, que se movimenta a todo custo para levar o nome de Teixeira em todas as secretarias e servidores públicos de Redenção.


Mais, parece que o nome do indicado por Passarinho tende não decolar, pois para os secretários, ainda segundo a mesma fonte, o nome de Teixeira é considerado pesado e não decola. Dizem que "não fede e nem cheira".


A situação do MDB em Redenção parece não ser das boas, pois neste sábado (30), o governador Helder Barbalho esteve na região, e não se viu o prefeito de Redenção por perto, causando grande estranheza entre as lideranças do MDB na região.


Aliás, não é de hoje que a gestão redencense vem sofrendo desgastes, a ultima por exemplo, foi em outubro quando a imprensa estadual denunciou a falta de água em um dos bairros da cidade. Mais de 100 famílias do bairro Bueno estão sofrendo com a falta do liquido precioso que vem desde 2015, e a prefeitura ainda não solucionou o problema.


Sobre este assunto, Romário Lima que é diretor de Concessão de Serviços  Públicos do município, informou ter feito um orçamento para a compra de material para que seja feito um mini sistema de rede para distribuir água para o povo. Romário também disse que estão trabalhando para a regularização da área para que a BRK assuma a responsabilidade do abastecimento.


por-Mor aes Filho da redação

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
MORAES FILHO

MORAES FILHO

Blog/coluna comentarista político
Facebook
© Copyright 2019 :: Todos os direitos reservados