Segunda, 24 de fevereiro de 2020
(94) 99153-9530
Política

18/01/2020 ás 16h36 - atualizada em 19/01/2020 ás 17h36

Moraes Filho

Xinguara / PA

Huck é massacrado nas redes ao condenar nazismo depois de ter votado em Bolsonaro
"Sou brasileiro de família judia. 6 milhões de judeus morreram por causa do nazismo. O vídeo do secretário Roberto Alvim é criminoso", disse Ruck
Huck é massacrado nas redes ao condenar nazismo depois de ter votado em Bolsonaro
Luciano Huck, o candidato dos bilionários. (Foto: TV Globo/Divulgação)

O apresentador Luciano Huck, candidato dos bilionários à presidência da República, se deu mal ao condenar o nazismo de Roberto Alvim nas redes sociais; internautas lembraram que ele foi um dos apoiadores do projeto neofascista de Jair Bolsonaro no segundo turno de 2018


O presidenciável Luciano Huck, que representa os interesses da Globo e dos bilionários brasileiros, como Jorge Paulo Lemann, se deu mal ao tentar surfar na indignação contra a postura nazista do ex-secretário Roberto Alvim. Ao postar sobre o caso, Huck foi massacrado por internautas com a lembrança de que ele foi um dos responsáveis pela ascensão do neofascismo no Brasil ao apoiar Jair Bolsonaro no segundo turno de 2018. Huck também contribuiu para a ascensão do nazismo ao puxar um coro misógico contra a ex-presidente Dilma Rousseff na Copa de 2014. Confira, abaixo, algumas reações à postagem de Huck:


CONTINUA DEPOIS DA PUBLICIDADE



Ver imagem no Twitter





O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2020 :: Todos os direitos reservados