Sábado, 21 de julho de 201821/7/2018
(94) 99153-9530
Claro
20º
30º
33º
Xinguara - PA
dólar R$ 3,80
euro R$ 4,46
Auto Posto Conquista
GERAL
Comunicação para o desenvolvimento é o tema do Publicom Marabá
Promovido pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), o evento é gratuito e conta com uma programação de oficinas, bate-papo e grandes palestras.
Moraes Filho Xinguara - PA
Postada em 19/03/2018 ás 21h27 - atualizada em 19/03/2018 ás 21h37
Comunicação para o desenvolvimento é o tema do Publicom Marabá

Os profissionais e estudantes de comunicação precisam estar constantemente atualizados, devido às novas alternativas que tornam mais dinâmicas as possibilidades de interação. No entanto, mais do que acompanhar a evolução das ferramentas é fundamental que o conteúdo produzido seja cada vez mais humanizado e comprometido com o desenvolvimento da sociedade. Para possibilitar a troca de experiências e a reflexão sobre o assunto, será realizado o Encontro de Comunicação do Pará – Publicom, edição Marabá, com o tema “Comunicação para o desenvolvimento”, nos dias 21, 22 e 23 de março, no Carajás Centro de Convenções. O encontro é destinado a profissionais e estudantes de Comunicação, principalmente das regiões sul e sudeste do Pará, além de interessados no tema.


Promovido pela Secretaria de Estado de Comunicação (Secom), o evento é gratuito e conta com uma programação de oficinas, bate-papo e grandes palestras. O Publicom já passou, até o ano passado, pelos municípios de Xinguara, Bragança, Redenção, Parauapebas, Paragominas, Santarém e Belém. Em 2018, chega a vez de Marabá, Altamira, Breves e, por fim, mais uma edição na capital paraense.


O secretário de Estado de Comunicação, Daniel Nardin, ressalta que o objetivo desta edição é estimular a reflexão sobre o apoio da comunicação na promoção do desenvolvimento social. “Houve um intenso desenvolvimento técnico da comunicação, mas paralelo a isso, precisamos pensar no papel fundamental da comunicação em outras áreas. Isso se dá por meio de campanhas, debates e discussões”, explica. Ele mediará o debate sobre “Novo Jornalismo e as Fake News: a credibilidade em pauta”, do qual participarão a jornalista e professora Renata Ferreira; o blogueiro da região Zé Dudu e o jornalista de Marabá, Ulisses Pompeu.


De acordo com Zek Nascimento, da equipe de produção do Publicom, ao realizar o evento em Parauapebas, no ano passado, foi identificada a necessidade de uma edição em Marabá. “Embora sejam cidades próximas, as demandas são bem diferentes, já que a forma de comunicar se difere nas várias localidades do nosso estado. A cada edição, a gente passa a entender melhor as problemáticas e também os pontos fortes da comunicação em cada região do Pará, trocando conhecimentos e experiências na busca de aprimorar a comunicação que fazemos no Estado”, analisou.


Detalhes da programação


No mês em que é lembrado o Dia Internacional da Mulher, o Publicom Marabá vai abordar a imagem da mulher na mídia com a presença da roteirista, diretora e pesquisadora Lívia Perez, diretora do documentário “Quem Matou Eloá?”, que mostra como a imprensa tratou o caso, ocorrido em 2008, quando Lindemberg Alves invadiu o apartamento da ex-namorada Eloá Cristina Pimentel, localizado em um conjunto habitacional popular na região de Santo André, em São Paulo. A mediadora desse debate será a jornalista do grupo Correio, de Marabá, Angélika Freitas.


Um dos temas mais badalados em todas as edições do Publicom gira em torno da comunicação digital. Em Marabá, o bate-papo sobre o assunto será com o social media Petterson Farias, diretor de Comunicação Institucional da Secom. “A comunicação digital é uma plataforma que a gente convive diariamente e que está em constante atualização, por isso não podemos negligenciá-la. Mas é fundamental que as pessoas aprendam a usar as redes sociais de uma forma mais consciente e diferenciada dos demais”, adiantou.


Ainda na temática da era digital, será ministrada uma oficina sobre “Hipertexto: a linguagem de produção e consumo de conteúdos digitais”, com o jornalista e publicitário Mauro Lima, diretor de Publicidade da Secom. “O hipertexto é uma maneira de construir narrativas se utilizando das inúmeras ferramentas que têm por base a produção de conteúdos a serem construídos e consumidos nas diversas plataformas, como o sistema de comunicação mobile, os desktops e os games. A oficina está dividida em dois dias e tem por objetivo trocar ideias sobre como se comunica utilizando as multilinguagens da internet”, explicou. As duas outras oficinas do Publicom Marabá serão sobre “Cerimonial, Protocolo e Etiqueta” e “A Arte de Falar em Público”, ambas ministradas por Reginaldo Telles, cerimonialista do Governo do Estado.


 No ato da inscrição, no local do evento, a equipe da Secom estará recebendo doações de livros usados, para reforçar o acervo da Campanha Livro Solidário, que além de manter os Espaços de Leitura em escolas, hospitais e centros comunitários, apoia também projetos de incentivo à leitura. Os livros arrecadados no Publicom 2017 foram doados para a implantação de bibliotecas em dois hospitais públicos estaduais: o Oncológico Infantil e o Hospital Metropolitano.


Serviço:


O Publicom Marabá 2018 será realizado de 21 a 23 de março, no Carajás Centro de Convenções (BR-222, 5210 - Cidade Nova, Marabá - PA). Inscrições no site http://www.publicom.pa.gov.br/. A confirmação da inscrição deve ser feita mediante a doação de um livro no local do evento, no ato do credenciamento. Informações: (91) 3202-0903 ou publicom@secom.pa.gov.br.


PUBLICOM MARABÁ 2018


21/03 (Quarta-feira) – Sala Multiuso


8h às 13h – Oficina “Hipertexto: a linguagem de produção e consumo de conteúdos digitais” – Dia I (com Mauro Lima)


14h às 18h – Oficina “Cerimonial, Protocolo e Etiqueta” (com Reginaldo Telles)


22/03 (Quinta-feira) – Sala Multiuso


8h às 13h – Oficina “Hipertexto” – Dia II (com Mauro Lima)


14h às 18h – Oficina “A Arte de Falar em Público” (com Reginaldo Telles)


23/03 (Sexta-feira) – Auditório


14h às 14h30 – Abertura Oficial


14h30 às 15h30 – Debate: “Novo Jornalismo e as Fakes News: a credibilidade em cheque”.


Mediação: Daniel Nardin (secretário da Secom)


Debatedores: Renata Ferreira (TV Cultura / Unama), Zé Dudu (Blog do Zé Dudu) e Ulisses Pompeu (Jornalista).


15h30 às 17h – Palestra “Mídia e Feminicídio”, com exibição do curta “Quem Matou Eloá?”, com Lívia Perez.


Mediação: Angélika Freitas (Apresentadora Grupo Correio)


17h30 às 19h30 – Palestra “Conteúdo para Redes Sociais”, com Petterson Farias.


Texto: / Thays D. Rosario

FONTE: SECOM
O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados