domingo, 18 de novembro de 2018
(94) 99153-9530
Política

16/05/2018 ás 20h30

Moraes Filho

Xinguara / PA

Câmara de Jacundá acata novas denúncias contra prefeito afastado Zé Martins
Zé Martins recorreu contra a decisão do juízo local em instâncias superiores. No Tribunal de Justiça do Estado (TJE) e Superior Tribunal de Justiça (STJ), e não obteve êxito.
Câmara de Jacundá acata novas denúncias contra prefeito afastado Zé Martins

Os vereadores do município de Jacundá receberam mais duas denúncias contra o prefeito afastado José Martins de Melo Filho, o Zé Martins, afastado do cargo a quase 120 dias pela Justiça de Jacundá. As novas denúncias são assinadas pelo prefeito em exercício Ismael Gonçalves Barbosa (PSDB).


Por unanimidade, os vereadores jacundaenses aprovaram as denúncias na sessão realizada no dia 14 de maio, e constituíram as comissões processantes para apurar os fatos enunciados. Não há prazo para conclusão dos trabalhos e também o gestor não sofreu novo afastado por já estar fora do cargo.


Na primeira denúncia, Zé Martins é acusado de não prestar contas referente ao exercício de 2017 enquanto estava à frente da administração municipal, o que configura improbidade administrativa. Pela acusação, o gestor deixou de fornecer relatórios financeiros á Câmara Municipal e ao Tribunal de Contas dos Municípios (TCM). Neste caso, a Comissão Processante é constituída pelos vereadores Rafael Comin (presidente), Tharlles Borges (relator) e Raylane Soares (membro).


E mais uma vez, os cheques emitidos pelo prefeito e endossado pelo secretário de Finanças são alvos da segunda denúncia. Cópias dos cheques vieram a público ano passado. Neles apareceu a assinatura tanto do prefeito quanto do seu filho, Ronaldo Martins, e foram sacados na boca do caixa, em dinheiro. Para averiguar a denúncia, a CP é formada pelos seguintes parlamentares Eliane Pinheiro (presidente), Daniel Siqueira Neves (relator) e Mariza Alves (membro). Sobre conclusão dos trabalhos não há prazo pré-determinado.


Desde o dia 1º de fevereiro que o prefeito Zé Martins está afastado do cargo por determinação do Poder Judiciário de Jacundá. Na ocasião, o juiz Edinaldo Antunes aceitou ação civil pública do Ministério Público que o acusou de improbidade administrativa pela operação financeira de quase R$ 1 milhão.


Zé Martins recorreu contra a decisão do juízo local em instâncias superiores. No Tribunal de Justiça do Estado (TJE) e Superior Tribunal de Justiça (STJ), e não obteve êxito.

FONTE: O PORTAL CARAJAS.COM

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados