Sexta, 14 de dezembro de 2018
(94) 99153-9530
Geral

06/06/2018 ás 09h59 - atualizada em 06/06/2018 ás 10h01

Moraes Filho

Xinguara / PA

Pará se mostra em 4º lugar no ranking de homicídios no Brasil
Os dados foram divulgados pelo Ministério da Saúde, no Atlas da Violência 2018
Pará se mostra em 4º lugar no ranking de homicídios no Brasil

O Ministério da Saúde divulgou, no Atlas da Violência 2018, apresentado pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea) e pelo Fórum Brasileiro de Segurança Pública (FBSP), que 62.517 pessoas foram assassinadas no Brasil, no ano de 2016, o que equivale a uma taxa de 30,3 mortes para cada 100 mil habitantes.


Segundo a análise, a taxa de homicídios no país corresponde a 30 vezes a da Europa, e o país soma 553 mil pessoas assassinadas nos últimos dez anos.


Todos os estados que lideram a taxa de letalidade estão na Região Norte ou no Nordeste: Sergipe (64,7 para cada 100 mil habitantes), Alagoas (54,2), Rio Grande do Norte (53,4), Pará (50,8), Amapá (48,7), Pernambuco (47,3) e Bahia (46,9). As maiores variações na taxa foram observadas em São Paulo, onde houve redução de 56,7%, e no Rio Grande do Norte, que registrou aumento de 256,9%. Segundo a pesquisa, entre 1980 e 2016, 910 mil pessoas foram mortas por perfuração de armas de fogo no país.


No começo da década de 1980, os homicídios com arma de fogo eram 40% do total e chegou a 71,1% em 2003, quando foi implantado o Estatuto do Desarmamento. A proporção se manteve estável até 2016. O levantamento ainda aponta que os estados onde houve maior crescimento da violência letal são os mesmos onde cresceu a vitimização por arma de fogo.

FONTE: Por: Portal ORM, com informação da EBC

O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos o direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas. A qualquer tempo, poderemos cancelar o sistema de comentários sem necessidade de nenhum aviso prévio aos usuários e/ou a terceiros.
Comentários

0 comentários

Veja também
Facebook
© Copyright 2018 :: Todos os direitos reservados