Produtores de Alenquer recebem mais de R$ 340 mil em crédito

A pecuária é um dos setores beneficiados pelos créditos concedidos aos produtores rurais de Alenquer. Foto: ASCOM EMATER

A pecuária é um dos setores beneficiados pelos créditos concedidos aos produtores rurais de Alenquer. Foto: ASCOM EMATER

Alenquer, na região oeste, um dos municípios com maior média de crédito rural para a agricultura familiar no Estado – R$ 10 milhões por ano -, recebeu em julho mais de R$ 342 mil para projetos de custeio e investimento na pecuária mista e produção de mandioca, limão e milho. A obtenção dos créditos conta com a intermediação da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural do Pará (Emater).

Os recursos do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar (Pronaf) foram liberados pelo Banco do Brasil e Banco da Amazônia. Os valores individuais dos contratos variam de R$ 15 a R$ 50 mil.

No primeiro semestre de 2017 foram liberados mais de R$ 5 milhões de crédito para agricultores do município. O atendimento oferecido pela Emater beneficia pescadores, quilombolas e assentados da reforma agrária.

De acordo com o técnico em Agropecuária Edivaldo Vasconcelos, chefe do escritório local da Emater, o principal desafio é o acesso às comunidades mais afastadas, sobretudo na época de chuvas intensas. “Podemos dizer que o crédito rural hoje é facilitado, e temos um fluxo de muita parceria com os agentes financeiros, sem burocracia”, informou.

A mandioca é outra cultura que receberá investimentos em Alenquer, junto com a produção de milho e limão

A mandioca é outra cultura que receberá investimentos em Alenquer, junto com a produção de milho e limão

Por Aline Miranda

Sobre Manancial