CONQUISTA GIF TOPO
DENÚNCIA

MP denuncia apoiadores de Bolsonaro por protesto contra Alexandre de Moraes

Na denúncia, a promotora Alexandra Milaré Santos pediu o agravamento das penas pelo crime ter sido cometido em

11/05/2020 21h55Atualizado há 3 semanas
Por: Moraes Filho
Fonte: UOL/SP
Protesto na frente da case do ministro do STF Alexandre de MoraesImagem: Reprodução Do UOL, em São Paulo
Protesto na frente da case do ministro do STF Alexandre de MoraesImagem: Reprodução Do UOL, em São Paulo

O Ministério Público de São Paulo denunciou dois apoiadores do presidente Jair Bolsonaro (sem partido) que participaram de um protesto em frente ao prédio do ministro Alexandre de Moraes, do Supremo Tribunal Federal (STF), em São Paulo. Eles foram denunciados por ameaça, difamação, injúria e perturbação do sossego.

No dia 2 de maio, um grupo de manifestantes pró-Bolsonaro se reuniu em frente à residência do ministro para protestar após o magistrado suspender a nomeação do escolhido por Bolsonaro para o cargo de novo diretor da Polícia Federal, Alexandre Ramagem, amigo da família Bolsonaro.

RELACIONADAS

Teich: Economia é quem avalia abertura de salões e academias por Bolsonaro

Devemos reagir não só com palavras a ameaças à democracia, diz Fachin

MP acusa Ministério da Saúde de superfaturamento de consulta médica virtual

Na denúncia, a promotora Alexandra Milaré Santos pediu o agravamento das penas pelo crime ter sido cometido em "estado de calamidade pública", por conta da pandemia de coronavírus.

Segundo a promotora, os protestantes "permaneceram por aproximadamente 2 horas em via pública, oportunidade em que, utilizando-se de um microfone acoplado a alto-falante em um carro de som, realizaram diversas ameaças à vítima, tais como 'você e sua família jamais poderão sair nas ruas deste país, nem daqui há vinte anos' e 'nós iremos defenestrá-los da terra', bem como pelo fato de possuírem um caixão acoplado em um dos automóveis utilizados, simulando a morte do ofendido".

Ainda de acordo com a denúncia, Alexandre de Moraes foi chamado pelos manifestantes de nomes como "advogado do PCC", "ladrão", "corrupto", "covarde" e "canalha".

"Desta forma, ao realizarem gritaria e algazarra em via pública por mais de 2 horas, utilizando-se, inclusive de equipamento de alto-falante, os denunciados e os coautores não identificados perturbaram o sossego alheio, sendo as ofensas apenas cessadas com auxílio da polícia militar, que conseguiu deter os denunciados e conduzi-los à delegacia de polícia", acrescentou a promotora.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários
Teresina - PI
Atualizado às 15h23
29°
Alguma nebulosidade Máxima: 33° - Mínima: 24°
33°

Sensação

9 km/h

Vento

74%

Umidade

Fonte: Climatempo
ANIMED - MAIOR
CONQUISTA QUADRADO -POLÍTICA
Municípios
CONQUISTA/ ESPORTE
Últimas notícias
CARRO EDVALDO ENTRETENIMENTO
Mais lidas
Anúncio
Anúncio