CONQUISTA GIF TOPO
COMBATE A PANDEMIA

Médicos cubanos reforçam o combate à Covid-19 no interior do Pará

Cerca de 300 profissionais atenderão os 144 municípios do Pará

04/07/2020 00h10Atualizado há 1 mês
Por: Moraes Filho
Fonte: Giovanna Abreu/Secom
Cerca de 300 profissionais atenderão os 144 municípios do Pará Foto: Bruno Cecim/Ag. Pará
Cerca de 300 profissionais atenderão os 144 municípios do Pará Foto: Bruno Cecim/Ag. Pará

O governador do Estado, Helder Barbalho, anunciou, nesta sexta-feira (3), que cerca de 300 médicos cubanos serão disponibilizados para atuarem no enfrentamento da pandemia da Covid-19 do interior do Pará. O acordo foi firmado entre a Secretaria de Estado de Saúde Pública (Sespa) e o Conselho de Secretarias Municipais de Saúde do Estado do Pará (Cosems). A contratação dos profissionais ficará sob a responsabilidade de cada prefeitura.

Segundo o chefe do executivo estadual, a disponibilidade de médicos é uma das principais demandas dos municípios. “A necessidade de profissionais que atendam na Atenção Básica de Saúde no interior, nos lugares mais distantes, é grande, por isso a importância dessa iniciativa da Sespa. Essa parceria vai permitir com que cerca de 300 profissionais de saúde sejam deslocados para os 144 municípios do Estado”, informa o governador.

De acordo com a Resolução nº 62, de 02 de julho de 2020, publicada no Diário Oficial do Estado, os médicos estrangeiros, ex-integrantes do Programa Mais Médicos, do Ministério da Saúde, contratados pelo governo do Pará, em caráter emergencial, como reforço para o enfrentamento da pandemia da Covid-19, podem ser contratados pelos municípios paraenses.

O objetivo é que esses profissionais atuem em Unidades de Saúde dos 144 municípios para assistência médica relacionada à pandemia.

Nenhumcomentário
500 caracteres restantes.
Seu nome
Cidade e estado
E-mail
Comentar
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou com palavras ofensivas.
Mostrar mais comentários