Sábado, 05 de Dezembro de 2020
Cidades SAÚDE

Marabá: Estado vai manter por mais 30 dias o Hospital de Campanha na cidade

A medida, anunciada pelo governador Helder Barbalho, visa garantir a estrutura de atendimento a pacientes de Covid-19

28/10/2020 17h41 Atualizada há 1 mês
Por: Redação Integrada Fonte: Agência Pará / Carol Menezes (SECOM)
Hospital de Campanha em Marabá vai continuar atendendo pacientes de Covid-19 por mais um mês. Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará
Hospital de Campanha em Marabá vai continuar atendendo pacientes de Covid-19 por mais um mês. Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará

O Hospital de Campanha de Marabá, que atende pacientes das regiões Sul e Sudeste do Pará, terá seu funcionamento prolongado por mais 30 dias. O anúncio foi feito pelo governador Helder Barbalho, nesta terça-feira (27), em vídeo divulgado nas redes sociais. A decisão visa garantir o atendimento aos pacientes com a Covid-19.

Na mesma gravação, ao lado do secretário de Estado de Saúde Pública, Rômulo Rodovalho, o governador informou que também está firmado um convênio com o Hospital Regional do Sudeste do Pará, pertencente à rede pública estadual de saúde, a fim de ampliar a área destinada a pacientes de Covid-19, para servir de retaguarda ao sistema.

A estrutura montada pelo governo do Estado está garantindo o atendimento à população desde abril. Foto: Bruno Cecim / Ag.Pará

"Uma importante notícia para salvar a vida da população, e reafirmando nosso compromisso com a saúde, com a vida.

São as ações do governo do Estado para proteger a nossa população", reforçou Helder Barbalho.

O Hospital de Campanha de Marabá começou a funcionar em abril deste ano como parte da estratégia do Governo do Pará para o combate à pandemia provocada pelo novo coronavírus.

A estrutura conta com 120 leitos, sendo 75 clínicos e 45 de UTI (Unidade de Terapia Intensiva).

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias