Sábado, 17 de Abril de 2021 (94) 99153-9530
Dólar comercial R$ 5,59 -0.77%
Euro R$ 6,69 -0.71%
Peso Argentino R$ 0,06 -0.85%
Bitcoin R$ 359.268,43 -2.151%
Bovespa 121.113,93 pontos +0.34%
Economia ENERGIA

Senado aprova MP que reduz a tarifa de energia elétrica no Pará

O governador Helder Barbalho festejou o que chamou de "grande vitória" para a população do estado do Pará.

31/03/2021 18h29 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Integrada Fonte: O LIBERAL com informações da Agência Brasil
 Conta de energia elétrica (Arquivo / Agência Brasil)
Conta de energia elétrica (Arquivo / Agência Brasil)

O Senado aprovou nesta terça-feira (30) a Medida Provisória 1.010/2020, que  que além de conceder isenção de tarifa de energia elétrica aos consumidores atingidos pelo apagão no Amapá, garantirá novas isenções para empresas do setor elétrico da região Norte. O texto da MP vai agora à sanção presidencial. O governador Helder Barbalho festejou o que chamou de "grande vitória" para a população do estado do Pará. 

O texto da MP foi alterado na Câmara, tornando-se um Projeto de Lei de Conversão. Pelo projeto, o valor que sobrar dos R$ 80 milhões liberados para compensar o benefício deverá ser utilizado para custear a isenção de três faturas de energia elétrica adicionais para consumidores residenciais de baixa renda.

Essa sobra poderá pagar ainda as faturas de consumidores residenciais e rurais (até 280 kWh de consumo médio mensal) de cidades atingidas pelo apagão no Estado vizinho.

Já no Pará, o efeito da medida reflete diretamente na redução das tarifas cobradas pela Equatorial Energia, que terá, assim como a Companhia de Energia do Amapá (CEA), o custo de geração local de energia suportado pela Conta de Consumo de Combustíveis (CCC), que prevê uma redução em 1/5 por ano até 2026.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias