Sexta, 14 de Maio de 2021 (94) 99153-9530
Notícias Gospel CRISTIANISMO

Como a história e a ciência validam a existência de Jesus e a veracidade dos Evangelhos

Fatos bíblicos de Cristo são autenticados por provas históricas e científicas.

09/04/2021 15h22
Por: Redação Integrada Fonte: GOSPEL PRIME
Jesus carregando a cruzJesus carregando a cruz (Foto: Direitos Reservados/Deposiphotos)
Jesus carregando a cruzJesus carregando a cruz (Foto: Direitos Reservados/Deposiphotos)

Muitas pessoas têm dúvidas em relação aos acontecimentos da Páscoa, a morte de Jesus na cruz e sua ressurreição, porém muitos estudiosos afirmam que é uma verdade incontestável que Ele ressuscitou dos mortos.

Alex McFarland é um dos importantes apologistas cristãos que explica quatro testemunhos da história que a fazem ser confiável: o testemunho ocular, vários testemunhos, testemunho inicial e o testemunho hostil.

Esses quatro testemunhos apareceram dentro da história da ressurreição de Jesus dentro da Bíblia e não podem ser refutados, pois caso contrário outras histórias autênticas como a de Aristóteles e Júlio César também seriam duvidosas, de acordo com McFarland.

Provas históricas sobre a Ressurreição de Jesus

O início dos Evangelhos de Mateus, Marcos, Lucas e João apontam testemunhas oculares como Maria, mãe de Jesus e outras. Segundo McFarland esses livros foram escritos em menos de 10 anos depois da cruz.

O líder também salientou o fato de que muitas fontes não cristãs também escreveram sobre Jesus, reforçando a veracidade do acontecimento histórico, dando um testemunho hostil.

Assim, várias escritas que não faziam parte do cristianismo falaram sobre um homem que operou milagres, foi crucificado e ressuscitou, e colaboraram de forma efetiva para a divulgar a história de Jesus para a humanidade.

Provas científicas sobre a vida e a morte de Cristo

O criador dos documentários The Star of Bethlehem e The Christ Quake, encontrou provas científicas sobre a vida e a morte de Jesus Cristo, para ele existem dois grandes marcos: a encarnação e a morte e ressurreição.

Em seu documentário Larson mostra que as ondulações geológicas agora cobertas pelo mar morte, comprovaram que um grande terremoto dividiu as rochas na hora da morte de Jesus, assim como conta a Bíblia.

Moedas antigas comprovaram que havia luz no céu quando Jesus nasceu e levou os Reis Magos até ele, além de outras evidências científicas. Ambos acontecimentos bíblicos têm fatos científicos concretos.

Segundo a CBN News, MacFarland teria citado 30 mil fragmentos escritos que poderiam remontar o Novo Testamento, atestando mais uma vez ser uma história confiável. “Jesus é real”, afirmou ele.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias