Sexta, 14 de Maio de 2021 (94) 99153-9530
Política AFASTADO

PT afasta vereador que abriu caixão de idoso que morreu com suspeita de Covid-19 em Minas

William Faria responderá no Conselho de Ética do partido em um processo que poderá “culminar com a sua expulsão”

27/04/2021 16h32 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Integrada Fonte: O Globo
Vereador será investigado por quebra de protocolo sanitário Foto: Reprodução/Redes sociais
Vereador será investigado por quebra de protocolo sanitário Foto: Reprodução/Redes sociais

O vereador William Faria foi afastado pelo Partido dos Trabalhadores (PT) após aparecer em um vídeo abrindo o caixão de um idoso, de 92 anos, para mostrar que ele não teria morrido por Covid-19. O parlamentar de Santa Bárbara do Leste (MG) é investigado por ter quebrado o protocolo sanitário de prevenção contra o coronavírus.

Por meio de nota, o PT de Minas Gerais informou que o vereador foi afastado imediatamente por ter violado uma determinação do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde. Segundo o texto, ele responderá no Conselho de Ética do partido em um processo que poderá “culminar com a sua expulsão”. 

Nas imagens, que circulam nas redes sociais, ele usa um facão para abrir o caixão, que estava lacrado, alegando que o idoso merecia um funeral digno, e não ser sepultado envolvido em plásticos já que não consta no laudo que o homem morreu por COVID-19 e sim por Síndrome Respiratória Aguda Grave (SRAG).

A Polícia Civil de Minas Gerais informou que foi instaurado um inquérito e o parlamentar está sendo investigado por crime de infração de medida sanitária preventiva (prevista no artigo 268 do Código Penal) e por violação de urna funerária (artigo 210 do Código Penal).

Nota na íntegra:

A direção executiva do PT de Minas Gerais decidiu afastar imediatamente o vereador William Faria, de Santa Bárbara do Leste, em razão do lamentável fato ocorrido no último domingo (24/5), quando o parlamentar violou um caixão lacrado durante o funeral de um homem que faleceu com suspeita de covid-19. O procedimento de lacre é uma determinação sanitária do Ministério da Saúde e da Secretaria de Estado de Saúde.

Num dos momentos mais delicados vividos por toda a população mineira e brasileira em função da pandemia do novo coronavírus, a atitude do vereador representa uma ação violenta e desnecessária, além de ser uma grave ameaça à segurança sanitária.

Após o afastamento, o vereador responderá no Conselho de Ética do PT-MG, como determina o estatuto partidário, em um processo que poderá culminar com a sua expulsão.

SAIBA MAIS

1.

Tripulantes de submarino indonésio que naufragou gravaram vídeo com canção de despedida

O Globo e agências internacionais

2.

Sob pressão, EUA vão compartilhar com outros países 60 milhões de doses da vacina Oxford-AstraZeneca

O Globo e agências internacionais

3.

Raio-X dos semifinalistas da Champions League: veja os pontos positivos e negativos dos classificados

Matheus Ruas

4.

Flávio diz que Pacheco foi 'ingrato' por instalar CPI e não impedir Renan de relatar

Paulo Cappelli e Julia Lindner

5.

Senado deve ignorar liminar que impede Renan de assumir relatoria da CPI da Covid

Julia Lindner e Paulo Cappelli

 

MAIS DE BRASIL

Para Comissão do Meio Ambiente, vaquejada é esporte

O Globo

 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias