Sexta, 14 de Maio de 2021 (94) 99153-9530
Saúde C P I DA PANDEMIA

Para Renan Calheiros, ação no STF indica isolamento de governistas na CPI

Jorginho Mello (PL-SC), Eduardo Girão (Podemos-CE) e Marcos Rogério (DEM-RO) acionaram o Supremo contra a indicação do senador do MDB-AL para relator

28/04/2021 14h34
Por: Redação Integrada Fonte: Fernando Molica, CNN
O senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi escolhido relator da CPI da Covid pelo presidente da comissãoFoto: Edilson Rodrigues - 27.abr.2021/Agência Senado
O senador Renan Calheiros (MDB-AL) foi escolhido relator da CPI da Covid pelo presidente da comissãoFoto: Edilson Rodrigues - 27.abr.2021/Agência Senado

Relator da CPI da Pandemia, o senador Renan Calheiros (MDB-AL) disse à CNN que, ao ingressarem com ação no Supremo Tribunal Federal que pede sua retirada da comissão, os três senadores governistas optaram pelo isolamento. Os autores do mandado de segurança, que também integram a CPI, são Jorginho Mello (PL-SC), Eduardo Girão (Podemos-CE) e Marcos Rogério (DEM-RO).

Na ação, os senadores governistas alegam que Calheiros não pode integrar a CPI, em especial a relatoria do grupo, por ser pai de um possível investigado (o governador de Alagoas, Renan Filho) e por já ter manifestado críticas ao combate à pandemia feito pelo presidente Jair Bolsonaro, o que, segundo eles, comprometeria sua imparcialidade.

Leia mais

Mourão sobre CPI da Pandemia: 'Vai ter muita discussão política'

Essa será a CPI das CPIs e não acabará em pizza, diz Omar Aziz

União de oposição e independentes em CPI é dever histórico, diz Randolfe à CNN

Calheiros rebateu as críticas. Ressaltou que o repasse de verbas federais aos estados será investigado e afirmou que a CPI não cumpre um papel jurisdicional, apenas exerce poderes constitucionais para investigar. Ele já havia declarado que não participará de qualquer apuração relacionada a seu filho.

Para o relator, ao recorrem ao STF, seus colegas enfraquecem a versão de que ele, Renan, persegue o presidente Jair Bolsonaro e acabam legitimando sua atuação. "Quando entram nessa batalha, eles reforçam a condição de derrotados, e diminuem este papel", afirmou.

Calheiros disse que a CPI pedirá ao STF não apenas peças do inquérito sobre fake news, mas também da investigação sobre atos antidemocráticos. Segundo ele, só serão requisitadas informações que tratem da pandemia.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias