Segunda, 14 de Junho de 2021 (94) 99153-9530
Mundo Cristão RELIGIÃO

Israel ainda é importante em um cenário de fortes sinais da volta de Cristo?

Líderes falam sobre a aliança de Deus com o povo judeu.

10/05/2021 20h52 Atualizada há 2 dias
Por: Redação Integrada Fonte: GOSPEL PRIME
Bandeira de IsraelBandeira de Israel (Foto: Eduardo Castro/Pixabay)
Bandeira de IsraelBandeira de Israel (Foto: Eduardo Castro/Pixabay)

Císsie Graham Lynch, filha de Franklin Graham e neta de Billy Graham, explicou em um recente artigo da Associação Evangelística Billy Graham que os eventos da pequena nação de Israel afeta todos ao redor do mundo.

Lynch também afirmou em seu último podcast “Fearless”, que conhecer mais sobre o estado judeu e as raízes bíblicas é um desafio para os cristãos, em especial os mais jovens e também da sua geração.

Para ela, existe uma ignorância perigosa dos jovens crentes a respeito de Israel: “O que é surpreendente para mim é que muitos cristãos não conseguem articular seu apoio a Israel a não ser pela Terra Prometida de Deus”, disse Lynch.

Sob o mesmo ponto de vista, Skip Heitzig, pastor de Calvary Church Albuquerque, que visitou Israel 41 vezes e também viveu lá por um curto período, também entrou na discussão com Lynch.

Deus cumpriu sua promessa a Abraão

Ele explicou que Deus chamou Abraão para sair de seu país e ir possuir uma terra que Ele prometeu, e essa terra se chama hoje Israel.

“Em todo o Antigo Testamento … Deus fez uma aliança com os judeus, e a aliança está em andamento. Em Jeremias 33: 3, Deus disse que se você pode quebrar a aliança que fiz com o sol e a lua, então você pode quebrar a aliança que fiz com Israel”, disse Heitzig.

Em 14 de maio de 1948 quando Israel se tornou uma nação, foi a confirmação da aliança que ainda permanece entre Deus e o povo judeu, um milagre moderno que aponta diretamente para o cumprimento da profecia de Isaías 66.

Três anos depois do holocausto, foi quando Deus cumpriu a sua promessa a Israel. O povo judeu ainda estava se recuperando de dois mil anos de dispersão e o genocídio.

Heitzid afirmou que os cristãos devem apoiar Israel, porque se a nação é importante para Ele também deve ser para nós. Não significa apoiar toda a sua política, mas a aliança que Deus fez com o povo judeu.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias