Segunda, 14 de Junho de 2021 (94) 99153-9530
Mundo Cristão INTERNADO

Líder da maior denominação evangélica do país está internado com Covid-19

José Wellington Bezerra da Costa comanda as Assembleias de Deus, maior grupo evangélico do país e um dos mais poderosos e influentes

13/05/2021 17h49 Atualizada há 2 dias
Por: Redação Integrada Fonte: Marcelo Santos, em colaboração para CartaCapital.
 BOLSONARO E JOSÉ WELLINGTON NO CULTO PELO ANIVERSÁRIO DO PASTOR (FOTO: AD-BELÉM/ CONFRADESP)
BOLSONARO E JOSÉ WELLINGTON NO CULTO PELO ANIVERSÁRIO DO PASTOR (FOTO: AD-BELÉM/ CONFRADESP)

O pastor José Wellington Bezerra da Costa, de 86, da Assembleia de Deus Belenzinho, em São Paulo, e ex-presidente da Convenção das Assembleias de Deus (CGADB), está internado com Covid-19 em São Paulo.

A informação foi publicada por seu filho, José Wellington Júnior, em mensagem via Whatsapp. “Queremos pedir oração pelo nosso pai e Pastor Presidente José Wellington Bezerra da Costa que está internado com COVID”, escreveu Wellington Júnior, que hoje dirige a convenção que reúne cerca de 6 milhões de fiéis em 283 mil templos pelo País.

Leia também:

Quem são os evangélicos que rejeitam Bolsonaro?

As Assembleias de Deus são o maior grupo evangélico do País. E também um dos mais poderosos e influentes. Nascido em São Luís do Curu, no Ceará, Bezerra da Costa é pai de seis filhos, entre eles, o deputado federal Paulo Freire da Costa (PL-SP) e a deputada estadual Marta Costa (PSD-SP), autora do projeto de lei 504, de 2020, que pretende proibir a diversidade sexual em publicidade infantil. Seu neto, José Wellington Bezerra da Costa Neto, juiz assessor da presidência do Tribunal Regional Eleitoral de São Paulo, é um dos cotados para a vaga de Marco Aurélio, após sua aposentadoria no Supremo Tribunal Federal.

Em entrevista ao jornal Estado de São Paulo, em março do ano passado, José Wellington afirmou que “se depender de evangélicos, Bolsonaro será reeleito”. O líder pentecostal disse ainda que considerava o presidente um homem honesto. “Quando votei nele sabia em quem estava votando. A boca doida dele, eu sabia que era assim”, disse, minimizando as declarações do presidente. Em outubro daquele ano, quando comemorou seu aniversário, o pastor recebeu a visita do presidente, acompanhado da esposa Michelle e os ministros Milton Ribeiro (Educação) e Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), ambos evangélicos..

Procurada pela reportagem, a assessoria de imprensa da Igreja Assembleia de Deus do Belenzinho confirmou a internação, mas explicou que não tinha autorização da família para falar sobre o estado de saúde e nem o hospital onde estava internado o pastor.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias