Segunda, 14 de Junho de 2021 (94) 99153-9530
Polícia ESTRATÉGIA

Bolsonaro quer usar punição a Pazuello para forçar crise institucional, avalia Pimenta

"Pazuello quer ser punido ou preso. Uma vergonha. Um general da ativa se prestar a esse papel.

24/05/2021 18h16 Atualizada há 3 semanas
Por: Redação Integrada Fonte: BRASIL 247
 (Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)
(Foto: Fernando Frazão/Agência Brasil)

Deputado Paulo Pimenta diz que Jair Bolsonaro quer um motivo para aumentar ainda mais a tensão, em meio ao avanço da CPI da Covid. "Pazuello cumpre o papel lamentável de forçar uma punição para forjar um motivo", disse o petista

O deputado federal Paulo Pimenta (PT-RS) avaliou nesta segunda-feira (24) que a participação do ex-ministro da Saúde e general da ativa Eduardo Pazuello na manifestação de apoio a Jair Bolsonaro nesse domingo (23) no Rio de Janeiro é parte de uma estratégia do govenro para forçar uma crise institucional. 

Pelo Twitter, Pimenta afirmou que Bolsonaro força a crise para impedir que a CPI da Covid investigue os crimes do governo na pandemia, além de tentar intimidar outras investigações que cheguem a ele e seus filhos. "Pazuello cumpre o papel lamentável de forçar uma punição para forjar um motivo", disse o deputado.

"Pazuello quer ser punido ou preso. Uma vergonha. Um general da ativa se prestar a esse papel. @jairbolsonaro insiste em testar as instituições e quer um motivo para aumentar ainda mais o tom. Tudo é cortina de fumaça por medo da CPI e de outras investigações que assustam a famiglia", acrescentou o parlamentar petista. 

A ida de Eduardo Pazuello ao ato bolsonarista revelou que o ex-ministro da Saúde mentiu na CPI da Covid, ao dizer que era favorável ao uso de máscara e ao distanciamento social para conter a propagação do coronavírus. 

O presidente da CPI da Covid, Omar Aziz (PSD), afirmou, no sábado (21), que o ex-ministro da Saúde Eduardo Pazuello será novamente convocado para prestar depoimento no Senado Federal.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias