Segunda, 14 de Junho de 2021 (94) 99153-9530
Saúde COVID-19

Dino sugere que charlatanismo de Bolsonaro com a cloroquina tem indício de corrupção

"Nunca na história do Brasil algum governante se dedicou a ser propagandista de remédio. Somente agora. Isso tem cara e cheiro de corrupção", afirmou o governador do Maranhão sobre a defesa de Jair Bolsonaro do medicamento ineficaz contra a Covid-19

26/05/2021 17h00
Por: Redação Integrada Fonte: BRASIL 247
 (Foto: Reprodução | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)
(Foto: Reprodução | Felipe L. Gonçalves/Brasil247)

O governador do Maranhão, Flávio Dino (PCdoB), afirmou nesta quarta-feira (26) ver indícios de corrupção na defesa inconsequente que Jair Bolsonaro faz da cloroquina.

Pelo Twitter, o governador maranhense disse que alguém pretendeu lucrar ou lucrou com a promoção do medicamento comprovadamente ineficaz no tratamento da Covid-19.

"Não sou médico e por isso jamais receitei remédios. Não me cabe. E nunca na história do Brasil algum governante se dedicou a ser propagandista de remédio. Somente agora. Isso tem cara e cheiro de corrupção. Alguém estava querendo ganhar ou ganhou dinheiro com essa maluquice", afirmou Flávio Dino. 

FOTO: SENADO FEDERAL

Nesta quarta-feira, o senador Randolfe Rodrigues (Rede-AP), vice-presidente da CPI da Covid, protocolou requerimento para convocar Jair Bolsonaro a depor na comissão de inquérito. Na justificativa do pedido, o parlamentar afirmou que "a cada depoimento e a cada documento recebido, torna-se mais cristalino que o Presidente da República teve participação direta ou indireta nos graves fatos questionados por esta CPI". 

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Ele1 - Criar site de notícias