Quinta, 28 de Outubro de 2021
°

-

Cidades POLÍTICA

Vale e governo do Pará dão largada às obras do Hospital Regional de Ourilândia

Centro de excelência em saúde disponibilizará atendimento em diversas áreas para vários municípios

01/07/2021 às 09h31 Atualizada em 01/07/2021 às 09h38
Por: Redação Integrada Fonte: O LIBERAL
Compartilhe:
 Projeto mostra como será o novo hospital em Ourilândia do Norte (Divulgação)
Projeto mostra como será o novo hospital em Ourilândia do Norte (Divulgação)

O município de Ourilândia do Norte, sul paraense, vai receber em breve o reforço de 120 novos leitos para saúde pública com a construção do Hospital Regional de Ourilândia do Norte, obra que será possível por meio da parceria do Governo do Estado com a mineradora vale. A unidade hospitalar terá capacidade para atendimento de casos de alta complexidade e unidades de terapia intensiva (UTIs).

"Hoje nós estamos em uma data importante, uma data em que nós estamos juntos para fazer com que o sonho dessa região volte a aflorar e a esperança de ter um Hospital Regional para atender a toda a PA-279 representa mais do que isso, esse hospital estará compondo todo sul e sudeste do Estado com equipamento fantástico para salvar a vida da população. Vamos evitar que a população antes centenas de quilômetros até Redenção ou Marabá para receber atendimento", destacou o governador Helder Barbalho, que esteve no município para início das obras da unidade na tarde desta quarta-feira (30).

"Ao investir na construção do Hospital Regional de Ourilândia, na aquisição de equipamentos hospitalares e aparelhos especializados para a unidade, nós da Vale reafirmamos o nosso compromisso com o desenvolvimento socioeconômico do estado do Pará. O hospital é um exemplo, mas existem outras diferentes iniciativas que apoiamos no Estado", completou Luís Eduardo Osório, vice-presidente executivo da Vale.

Vista aérea do Hospital Regional de Ourilândia do Norte. Imagem: Divulgação/Vale.

Com 8.065 metros quadrados de área construída, o Hospital Regional contará com 120 leitos, sendo 90 clínicos, 10 de UTI Adulto, 10 de UTI Neonatal e 10 de UTI Pediátrica. As obras têm previsão de serem concluídas em 2022 e devem atender, além de Ourilândia, outros 15 municípios da região sudeste do Pará, onde vivem mais de meio milhão de pessoas. O local contará com diversas especialidades médicas e vai oferecer atendimento ambulatorial e de internação nas especialidades de Pediatria, Obstetrícia de Alto Risco, Gastrenterologia, Oncologia, Neurologia, Nefrologia, Cardiologia, Pneumologia, Traumato-Ortopedia Urologia, Cirurgia Geral, Cirurgia Torácica, Cirurgia Bucomaxilofacial, Oftalmologia e Otorrinolaringologia.

Obra e gestão

A mineradora será responsável por toda a obra de construção e ao governo do Pará caberá a gestão, operação e manutenção do hospital por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). "Vamos construir mais um Hospital Regional para atender a região do Araguaia, vai ser mais um importante equipamento que será colocado a disposição da população, com mais 120 leitos que entrarão na nossa rede regional. Esse equipamento visa atender a toda essa região e representa mais um compromisso do Governo do Estado de levar saúde a toda população paraense. O hospital vai ter diversas especialidades para atender a população e os moradores de Ourilândia não terão mais a necessidade de se deslocar para Marabá e Redenção em busca de atendimento", frisou o secretário de Saúde do Pará, Rômulo Rodovalho.

Para o prefeito de Ourilândia do Norte, Júlio Dairel, o novo hospital representa mais qualidade de vida para os cerca de 32 mil moradores do município. "A vinda do governador Helder Barbalho é um momento histórico, pois vamos retomar as obras desses hospital e proporcionar uma opção digna de atendimento público de saúde para nossa população", disse o gestor municipal.

Imagem: Divulgação/Vale

 

Hospital contará com 120 leitos de internação. Imagem: Divulgação/Vale.

 

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias