Terça, 27 de Julho de 2021 (94) 99153-9530
Cidades OPERAÇÃO MAÚMA

Forças Armadas vão atuar no combate ao desmatamento no Pará (veja vídeo)

Comboio militar seguiu neste domingo (11/07), para o município de São Felix do Xingu.

11/07/2021 22h25 Atualizada há 2 semanas
Por: Redação Integrada Fonte: Manancial com AE/Governo Federal
Exército volta A selva. A operação Verde Brasil 2 durou 354 dias e consumiu R$ 400 milhões (Crédito: Vinícius Mendonça/Ibama)
Exército volta A selva. A operação Verde Brasil 2 durou 354 dias e consumiu R$ 400 milhões (Crédito: Vinícius Mendonça/Ibama)

O vice-presidente da República, Hamilton Mourão, afirmou que cerca de 3 mil militares das Forças Armadas serão deslocados para atuar em ações de apoio e combate ao desmatamento.

Mourão, que preside o Conselho Nacional da Amazônia Legal, se reuniu com alguns ministros, para apresentar informações sobre a "Operação Samaúma", como foi batizada a nova investida militar

"Nós vínhamos numa trajetória muito boa até o final do mês de abril. Após a saída das Forças Armadas, houve um aumento significativo do desmatamento, principalmente no mês de maio. Os índices foram bem elevados", disse Mourão, acrescentando que a meta agora é reduzir entre 10% e 12% o índice de desmatamento verificado de julho do ano passado a agosto deste ano, em relação a julho de 2019 a agosto de 2020.

Vice-presidente da República se reuniu com alguns ministros, nesta terça-feira Foto: Reprodução

 

Mais de 150 militares do 52.º Batalhão de Infantaria de Selva (52.º BIS) e da  23.ª Brigada de Infantaria de Selva, sediados em Marabá, seguiram para São Félix do Xingu, neste domingo à tarde.

O efetivo vai permanecer na floresta até o fim de agosto, mas o prazo poderá ser prorrogado, caso o governo julgue necessário. Na avaliação de Mourão, a atuação dos militares no combate ao desmatamento e incêndios tem segurado o avanço dos crimes na floresta.

Militares do exército em deslocamento para São Felix do Xingu. Foto: Manancial

"Vamos atuar em força neste mês de julho, de modo que a gente feche o ciclo com uma redução na faixa de 10%, 12%. O ponto focal é que todas as agências cooperem para que haja uma sinergia nesse negócio" afirmou o vice-presidente. "A gente tem que chegar ao final do mês de julho com uma redução de 1 mil quilômetros quadrados de desmatamento. É um objetivo factível."

As ações da Operação Samaúma ocorrerão em 26 municípios que apresentam maior quantidade anual de alertas de desmatamento, localizados no Amazonas. No Pará são os municípios (Altamira, Itaituba, Jacareacanga, Novo Progresso, São Félix do Xingu e Trairão).

O vice não detalhou os custos da ação. Na operação militar Verde Brasil 2, que ocorreu entre maio de 2020 e abril de 2021, foram aplicados R$ 410 milhões, segundo Hamilton Mourão. A escolha da Operação Samaúma, informou o Ministério da Defesa, é uma referência à maior árvore da floresta amazônica, que pode chegar a 70 metros.

Nenhum comentário
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
Sobre o município
Notícias de São Félix do Xingu - PA
Anúncio
Anúncio
Ele1 - Criar site de notícias