Quinta, 02 de Dezembro de 2021
°

-

Cidades ELEIÇÕES SINDICAIS

Dez anos depois, Sintepp terá duas chapas concorrendo em Marabá

Processo eleitoral iniciará no dia 30 de novembro, mas a chapa eleita só assumirá as funções em janeiro de 2023. Os professores Aurismar Queiroz e Patrícia de Pábula encabeçam a Chapa “Movimento e Ação”

21/10/2021 às 18h43 Atualizada em 21/10/2021 às 18h46
Por: Redação Integrada Fonte: Com Debate Carajás
Compartilhe:
Aurismar Queiroz e Patrícia Pábula - Crédito: Redes sociais
Aurismar Queiroz e Patrícia Pábula - Crédito: Redes sociais

O professor Aurismar Lopes Queiroz decidiu encabeçar a Chapa “Movimento e Ação – Por um Sintepp presente nas escolas e forte nas ruas”, na eleição para a coordenação do Sindicato dos Trabalhadores em Educação Pública do Estado do Pará (Sintepp), em Marabá, no sudeste do Pará. Aurismar terá a professora Patrícia de Pábula de Sousa Rodrigues, lotada na zona rural, como companheira de chapa.

A eleição sindical estava marcada para 2022, porém a data coincidiria com o processo eleitoral de escolhas de presidente, governadores, senadores e deputados. Em decorrência da proximidades entre as eleições, o processo eleitoral no Sintepp de Marabá foi antecipado para os dias 30 e 31 de novembro e 2 de dezembro deste ano. O prazo para inscrição de chapas se encerrou nesta quarta-feira (20). No entanto, a chapa eleita só assumirá as funções em 2023.

Segundo Aurismar Queiroz, o grupo liderado por ele e Patrícia Pábula traz diversas inovações no relacionamento entre sindicalizados e Sintepp. O candidato a coordenador-geral garantiu que a relação entre ente sindical e Prefeitura de Marabá precisa mudar. Da mesma forma, os embates com o Governo do Pará deverão receber nova roupagem, em busca de melhorias para a categoria.

De acordo com o professor Evandro Oliveira, candidato a coordenador de Comunicação Social na chapa, após quatro eleições sem um grupo de oposição, a atual coordenação do Sintepp de Marabá precisa de renovação, pois as lutas esfriaram ao longo dos anos, e a categoria vem perdendo direitos conquistados em Marabá, segundo ele. Na mesma data, também ocorrerá a eleição para o Sintepp do Estado do Pará.

O Sintepp de Marabá está sob a tutela dos professores Joyce Rebelo e Wendel Bezerra há mais de 10 anos, existindo apenas um rodízio entre eles na ocupação da coordenação geral do ente sindical. O próprio Aurismar Queiroz fazia parte do mesmo grupo político, mas decidiu “rachar”, alçar “voo solo” e buscar novos horizontes na educação de Marabá. O restante dos integrantes do grupo político faz parte da base da educação.

 (Pedro Souza/Portal Debate Carajás)

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias