Quinta, 02 de Dezembro de 2021
°

-

Cidades CONDENAÇÃO

Assassino de professora é condenado a 22 anos de prisão

O réu já se encontrava preso desde a época do crime.

12/11/2021 às 08h06 Atualizada em 12/11/2021 às 08h17
Por: Redação Integrada Fonte: Debate Carajás
Compartilhe:
Vítima, Eunice Medeiros - Crédito: Redes sociais
Vítima, Eunice Medeiros - Crédito: Redes sociais

 

O réu, Adval Salgado Portugal, 28 anos, acusado de matar a professora Eunice Medeiros, 42 anos, conhecida como “Nice Salvatory “, na cidade de Moju, nordeste do Pará, foi sentenciado a 22 anos de prisão, na noite desta quinta-feira (11), em regime fechado.

A perícia médica indicou que Adval Portugal estrangulou a vítima e aplicou uma facada que atingiu o pulmão da vítima. O motivo para o assassinato da educadora seria uma dívida de R$ 30 mil reais. O sentenciado teria pedido o dinheiro emprestado, não pagou e matou “Nice Salvatory”, no 11 de dezembro de 2020.

A sessão do júri iniciou às 9h. O juiz proferiu a sentença por volta de 21h. Adval Portugal estava preso, desde a época do crime. A companheira dele chegou a ser presa, mas foi liberada.

O corpo de Eunice Medeiros foi encontrado, numa área de mata, na Vila Puacê, na zonal rural de Moju, na tarde de 14 de dezembro de 2020 e foi encaminhado para o Centro de Perícias Científicas Renato Chaves (CPCRC), em Belém, onde houve a identificação e a indicação da causa da morte. (Portal Debate Carajás, com Roma News)

 “Nice Salvatory” e Adval Portugal – Crédito: Redes sociais

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias