Quarta, 19 de Janeiro de 2022
°

-

Política POLITICAGEM

PT não acionou Justiça para impedir Bolsonaro de combater seca no Nordeste

"Nunca falei isso isso pra Mônica Bergamo ou para qualquer outra pessoa", afirmou Gleisi, em suas redes sociais.

01/12/2021 às 10h07
Por: Redação Integrada Fonte: Anita Grande Martins -uol
Compartilhe:
Imagem: Renato Costa/FramePhoto/FOLHAPRESS
Imagem: Renato Costa/FramePhoto/FOLHAPRESS

Um texto que surgiu no Twitter e se espalhou por redes sociais afirma que o Partido dos Trabalhadores (PT) havia entrado com uma liminar na Justiça pedindo a anulação do projeto de dessalinização que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) quer implantar para combater a seca no Nordeste. O texto inicial continha a seguinte frase, que teria sido dita pela presidenta do PT, Gleisi Hoffmann:

A seca no Nordeste é cultural, quase um patrimônio, e não deve ser destruída.

Em outras publicações, uma fala similar foi atribuída a um advogado do partido. Umas das primeiras divulgações aconteceu em um perfil (hoje suspenso pelo Twitter) chamado "Mônica Bengamo" (@monicaberganho), que fazia referência ao nome da colunista da Folha de S.Paulo Mônica Bergamo e dizia publicar notícias inventadas como forma de sátira.

Falso: PT não tentou barrar combate à seca

O Partido dos Trabalhadores negou que tenha entrado com liminar para impedir o projeto de dessalinização que Bolsonaro quer implantar na região Nordeste com tecnologia importada de Israel. "Isso é mentira, totalmente fake, não caiam nessa! Nunca falei isso isso pra Mônica Bergamo ou para qualquer outra pessoa", afirmou Gleisi, em suas redes sociais.

A jornalista Mônica Bergamo postou em sua conta oficial no Twitter: "ALERTA: Páginas c. minha foto, nome e marca quase idêntica à da Folha têm sido criadas, retiradas do ar pelo Twitter e recriadas de novo. Tentam usar a credibilidade de nosso trabalho jornalístico p enganar as pessoas. Dizem ser paródia qdo na verdade disseminam infos falsas".

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias