Quarta, 19 de Janeiro de 2022
°

-

Cidades PISTOLAGEM

Pistoleiros invadem fazenda e deixam mortos e ferido no interior do Pará

Luciano Emerciano Wallace foram assassinados, o interior da Fazenda Laço Aberto, localizada no Travessão Km 160 sul, na zona rural de Uruará.

30/12/2021 às 10h20 Atualizada em 30/12/2021 às 10h27
Por: Redação Integrada Fonte: (Portal Debate Carajás, com Gazeta Real)
Compartilhe:
Luciano Silva - Crédito: Reprodução
Luciano Silva - Crédito: Reprodução

Na manhã desta quarta-feira (29), o fazendeiro, Luciano da Silva Emerciano, 45 anos, e um funcionário, identificado pelo prenome de Wallace, foram executados com diversos disparos de arma de fogo, à queima roupa, no interior da Fazenda Laço Aberto, localizada no Travessão Km 160 sul, na zona rural de Uruará, no oeste do Pará.

O filho de Luciano Silva, conhecido como Wesley, 20 anos, foi alvejado pelos pistoleiros, correu e conseguiu escapar com vida. A vítima está internada em um hospital de Uruará. O bando estava encapuzado ao invadir a sede da propriedade rural, AO surpreender e “fuzilar” os moradores.

De acordo com as primeiras informações, cerca de 5 pistoleiros chegaram ao local e mataram Luciano Silva com tiros na cabeça. Depois eles se dirigiram para o curral e atiraram nas outras vítimas. O tiroteio durou cerca de 1o minutos. O atentado de hoje foi o 4º sofrido pelo dono da Fazenda Laço Aberto. No dia 22 de agosto de 2021, o filho mais novo dele morreu durante uma emboscada.

O crime poderá estar relacionado a uma rixa antiga com outro fazendeiro, porém existe a suspeita de o conflito está relacionado com a disputa pela posse da terra. Luciano morreu sentado em uma cadeira. A quadrilha roubou uma caminhonete blindada e armas da fazenda. A Polícia realiza diligências em busca dos criminosos.

Fazenda Laço Aberto – Crédito: Reprodução

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias