Domingo, 26 de Junho de 2022
Cidades INVESTIGAÇÃO

Ação da PF mira chapa de Darci Lermen (MDB), em Parauapebas, no PA, por suspeitas de 'caixa 2' e lavagem de dinheiro; prefeito nega acusações

Policiais federais cumpriram busca e apreensão nas casas do contador e de apoiador da chapa.

09/02/2022 às 07h32
Por: Redação Integrada Fonte: Por g1 Pará — Belém
Compartilhe:
Irregularidades foram encontradas em campanha eleitoral de 2020 em Parauapebas. — Foto: Ascom PF/PA
Irregularidades foram encontradas em campanha eleitoral de 2020 em Parauapebas. — Foto: Ascom PF/PA

A Operação 'Conatibus, da Polícia Federal (PF), cumpriu nesta terça-feira (8) mandados de busca e apreensão na casa do contador e de um doador da chapa eleitoral do prefeito Darci Lermen (MDB) de Parauapebas, no sudeste do Pará.

A investigação apura denúncias de 'caixa 2' e lavagem de dinheiro durante a campanha eleitoral de 2020. O prefeito negou as acusações - veja posicionamento ao final.

Um dos três mandados de busca e apreensão foi cumpridos em Paraupebas a fim de apurar crimes de falsidade ideológica eleitoral, conhecido como 'caixa 2,' e lavagem de dinheiro, segundo a PF.

Ainda de acordo com a corporação, foram encontrados indícios de falsas doações à campanha eleitoral de Parauapebas em 2020, na qual valores utilizados para doação não tinham origens declaradas.

Também foram cumpridos mandados em Marabá, no sudeste paraense, e em Palhoça, no estado de Santa Catarina (SC).

Sobre as acusações, a defesa do prefeito confirmou que agentes da PF fizeram buscas na casa do contador da chapa eleita e também na residência de um doador da campanha eleitoral de 2020.

Além disso, a defesa afirmou que Darci nega todas as acusações e que a chapa eleita é "vítima de farsa montada por adversários políticos".

Apesar do posicionamento do político, a PF apontou que um dos investigados confessou o repasse dinheiro de maneira ilegal no esquema.

A PF ainda explicou que, caso seja confirmada a hipótese criminal, os envolvidos podem responder pelo crime de falsidade ideológica eleitoral, com pena de até cinco anos, e lavagem de capitais, com punição de até dez anos.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias