Domingo, 26 de Junho de 2022
Política ELEIÇÕES 2022

Pará: saiba quem são os pré-candidatos ao governo e ao Senado

Governador deve tentar a reeleição e enfrentar adversário de quatro anos atrás

31/03/2022 às 20h55 Atualizada em 31/03/2022 às 21h20
Por: Redação Integrada Fonte: Jornal Manancial com informações de Raphael Bueno, da CNN, em São Paulo
Compartilhe:
 Palácio dos Despachos, em Belém, sede do governo do Pará. Marco Santos/Agência Pará/Governo do Pará
Palácio dos Despachos, em Belém, sede do governo do Pará. Marco Santos/Agência Pará/Governo do Pará

Um levantamento realizado pela CNN há 15 dias  apontou quem são os pré-candidatos para o governo estadual e para o Senado no Pará.

Os partidos podem mudar as indicações até 5 de agosto, quando acaba o prazo para a escolha de candidatos e candidatas.

Leia mais

Ano de eleição: veja as principais datas e regras do calendário eleitoral do TSE

90 anos do voto feminino no Brasil: das pioneiras à alta desigualdade na política

Do voto por renda ao sufrágio universal: a história das eleições no Brasil

Os pré-candidatos ao governo estadual

O atual governador do Pará, Helder Barbalho, é pré-candidato à reeleição. Filiado ao MDB, foi ministro-chefe da Secretaria Nacional dos Portos no governo Dilma Rousseff e ministro da Integração Nacional no governo Michel Temer. É filho do ex-governador do Pará, Jader Barbalho. Começou a carreira política aos 21 anos, como vereador de Ananindeua, tendo sido também prefeito da cidade e deputado estadual. É natural de Belém e tem 42 anos.

Márcio Miranda é o pré-candidato do União Brasil para o governo do Pará. Em 2018, disputou o segundo turno das eleições e foi derrotado por Helder Barbalho. O policial militar é natural do município mineiro de Pavão.

O pré-candidato Zequinha Marinho, do PL, é integrante da bancada evangélica e foi eleito para o Senado em 2018. O pedagogo, de 62 anos, é natural de Araguacema. Foi vice-governador do estado entre 2015 e 2019 e também deputado federal e estadual.

O PSOL tem ao menos duas possibilidades. Lançar Fernando Carneiro, vereador que exerce o terceiro mandato em Belém — ele é historiador, formado pela Universidade de São Paulo — ou Silvia Letícia, professora da rede básica da capital paraense — ela é doutora em Políticas Educacionais pela Universidade Federal do Pará.

Os pré-candidatos ao Senado

O PT Pará apresenta como pré-candidato o deputado federal Beto Faro. Ele é presidente do partido no estado, tem 52 anos e é natural de Bujaru. Destacou-se na luta pela consolidação do Programa Nacional de Fortalecimento da Agricultura Familiar e de outras políticas públicas para a população rural.

As pretensões de Faro resultaram em um racha no partido, uma vez que o senador Paulo Rocha queria disputar a reeleição. Em janeiro, o PT realizou prévias, e Rocha acabou perdendo a disputa. Agora, o sindicalista de 71 anos, natural de Curuçá, que já foi deputado federal, pode tentar voltar à Câmara ou mesmo disputar o governo estadual.

A Rede Sustentabilidade pretende lançar ao Senado a candidatura da jornalista Ursula Vidal, atual secretária de Cultura do Governo do Estado, função que exerce desde 2019. Nas eleições de 2018, ela disputou uma cadeira no Senado, mas não conseguiu se eleger.

Também deverão estar na disputa dois ex-senadores: Flexa Ribeiro e Mário Couto. Há a expectativa de que Ribeiro anuncie sua saída do PSDB e a filiação ao Podemos, partido do ex-juiz Sérgio Moro.

Mário Couto, recentemente filiado ao PL, pode entrar na eleição com apoio do presidente Jair Bolsonaro.

Manoel Pioneiro pretende concorrer pelo PSDB. O pré-candidato foi deputado estadual por quatro mandatos e presidente da Assembleia Legislativa do Pará. Tem base em Ananindeua, onde foi prefeito por quatro mandatos (1996 a 2004 e de 2012 a 2020).

E da região oeste do estado do Pará, outro possível candidato é Aguinaldo Carvalho de Aguiar, mais conhecido como Aguinaldo Promissória. O pré-candidato entra na disputa para atender as demandas da região do Tapajós. Ele foi eleito vereador por Santarém nas eleições de 2020.

O primeiro turno da eleição de 2022 está marcado para acontecer no primeiro domingo de outubro, dia 2. E, caso seja necessário, o segundo turno será realizado no dia 30 do mesmo mês.

Senador. O Pará tem três senadores no momento:  Zequinha Marinho (PL), Paulo Rocha (PT) e Jader Barbalho (MDB). Paulo Rocha terá seu mandato encerrado em 2023 e nas eleições deste ano, sua vaga estará em jogo, pois são vários os pré-candidatos.

A CNN realizará o primeiro debate presidencial de 2022. O confronto entre os candidatos será transmitido ao vivo em 6 de agosto pela TV e por nossas plataformas digitais.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias