Sábado, 28 de Maio de 2022
Política ELEIÇÕES 2022

Bolsonaro avança com votos que antes eram da terceira via, mostra pesquisa

A pesquisa Quaest/Genial ouviu 2 mil entrevistas pessoais com eleitores a partir de 16 anos, entre 1° e 3 de abril.

08/04/2022 às 23h09
Por: Redação Integrada Fonte: Com informações do Pleno News
Compartilhe:
Bolsonaro - Crédito: Reprodução/Carolina Antunes/PR
Bolsonaro - Crédito: Reprodução/Carolina Antunes/PR

Nesta quinta-feira, 7, a Quaest/Genial divulgou uma pesquisa que aponta o presidente Jair Bolsonaro (PL) crescendo nas intenções de votos para as Eleições deste ano. De acordo com o responsável pela pesquisa, o motivo do crescimento do presidente é que uma parcela do eleitorado que antes era da chamada "terceira via", nome dado ao grupo de candidatos fora do cenário o qual estava o ex-presidente Lula (PT), redirecionou suas preferências.

De acordo com os números apurados em abril, a escolha por outros candidatos que estavam fora da dupla Bolsonaro e Lula teve uma queda de sete pontos percentuais (de 19% para 12%) no comparado em março. De acordo com o Quaest/Genial a queda é resultado da saída do ex-juiz Sergio Moro (União Brasil) da disputa.

Ao distribuir os sete pontos percentuais que foram deixados para trás, pela considerada "terceira via", cinco deles foram destinados ao presidente Jair Bolsonaro, que saltou de 26% para 31%. Os outros dois pontos foram distribuídos da seguinte maneira: um ponto para Lula (45% em abril contra 44% em março) e um para os indecisos (6% em abril contra 5% em março).

Outro aspecto avaliado pela pesquisa, que mostrou a queda da terceira via e migração dos votos para o atual presidente, foi sobre qual seria a preferência do eleitor para 2022 entre os que escolheram Bolsonaro, ou Fernando Haddad (PT), no segundo turno do pleito de 2018.

No mês de março, o percentual de eleitores que votou em Bolsonaro há quatro anos, e que optavam pela chamada terceira via – nomeada pela pesquisa como “Nem Lula, nem Bolsonaro” – somava 23%. Já em abril, o número caiu para 15%.

Entretanto, os eleitores que optaram por Bolsonaro no ano de 2018 e que repetiriam o voto em 2022 subiu de 54% para 63%.

A pesquisa Quaest/Genial ouviu 2 mil entrevistas pessoais com eleitores a partir de 16 anos, entre 1° e 3 de abril. A margem de erro é de dois pontos percentuais. O nível de confiança da pesquisa é de 95%. A análise está registrada na Justiça Eleitoral sob o protocolo BR-00372/2022.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias