Sábado, 28 de Maio de 2022
Mundo Cristão RELIGIÃO

Pastor José Wellington Júnior não quer Lula na AD Belém: “O inferno não tem como entrar no lugar santo”

Líder da CGADB diz que a denominação tem valores e não vai ficar “em cima do muro”

09/05/2022 às 23h33 Atualizada em 09/05/2022 às 23h49
Por: Redação Integrada Fonte: Gospel Mais
Compartilhe:
Pastor José Wellington Júnior não quer Lula na AD Belém: “O inferno não tem como entrar no lugar santo”

A página Assembleiano de Valor do Facebook declarou que, neste final de semana durante a Reunião de Obreiros do Ministério do Belém, em São Paulo, o pastor José Wellington Bezerra da Costa Júnior informou que o ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva está proibido de entrar nas igrejas Assembleias de Deus do Ministério Belém.

O líder da Convenção das Assembleias de Deus no Brasil (CGADB) disse que muitos pastores insistem para que ele convide o petista para o templo sede da AD no bairro do Belenzinho, mas ele não tem interesse de chamar o petista. “Não cabe irmão, o inferno não tem como entrar no lugar santo”, respondeu o pastor Wellington Júnior.

Em parte da fala, José Wellington Júnior, que recentemente foi alvo de um processo do PT enviado ao Tribunal Superior Eleitoral, disse que as Assembleias de Deus não darão espaço para que Lula se promova como pré-candidato.

“A nossa igreja tem o seu perfil. A nossa igreja tem o seu posicionamento. Não adianta ficar em cima do muro não, ou é ou não é. Ou somos pelos preceitos morais, ou somos contra o aborto, ou somos contra a ideologia de gênero. A igreja quer vê a nossa posição! A igreja não quer vê Pastor em cima do muro!”, disse.

Outra informação sobre o assunto é que os pastores da denominação foram orientados a não receber Lula em suas igrejas e que até um governador aliado do petista foi impedido de aparecer na igreja para falar com os fiéis.

* O conteúdo de cada comentário é de responsabilidade de quem realizá-lo. Nos reservamos ao direito de reprovar ou eliminar comentários em desacordo com o propósito do site ou que contenham palavras ofensivas.
500 caracteres restantes.
Comentar
Mostrar mais comentários
Ele1 - Criar site de notícias